Arquivo da categoria: Design

Design web, edição de imagens e fotografias, design em geral.

Porque eu teria um site?

site

Atualmente, se você não aparece na mídia você está perdendo para seu concorrente, além de não mostrar seus produtos e serviços.

Mesmo não sendo ‘empresa’, um site ajuda sua apresentação ou de suas atividades.

Conheça alguns produtos que disponibilizamos:

  • Sites completos
  • Hot Sites
  • Lojas virtuais
  • Sistema de aula a distância (EAD)
  • Catalogo de produtos online
  • Albuns de fotogafias
  • Portfólio
  • Email personalizado

Algumas vantagens:


  • Sites desenvolvidos nas mais atuais e confiáveis plataformas.
  • Lojas completas com sistema de cálculo de frete e cobrança.
  • Hospedagem própria com mais estabilidade e segurança.
  • Hospedagem Expansível – Você não precisa pagar por espaço que não usa.
  • Sites de fácil atualização com baixo custo.

Entre em contato para orientação sobre o que seria ideal para você ou seu negócio.
11 9 9464-8539 (Whatsapp)
alexandre@aminfobr.com

Site já sem investimento inicial.

PROMOÇÃO FINALIZADA – Mas continuamos com ótimos preços para Instalação de CMS’s (Construtores de sites.). Consulte.

Por TEMPO LIMITADO, estamos, a partir de hoje (19/02/13) e podendo encerrar a promoção a qualquer momento (previsão de encerramento dia 01/03/13, sexta-feira), disponibilizando um novo modelo de hospedagem:

Tenha seu próprio site profissional em minutos. Sem anúncios ou propagandas, desenvolvido automaticamente em PHP5 e MySQL, as mais recentes plataformas e o principal, com contas de email’s personalizadas (joao@seudominio.com.br). Ler mais…

A maneira mais simples e rápida de criar seu site sem nenhum conhecimento de programação ou design web.

Disponibilizamos diversos templates (modelos) sofisticados para você iniciar sua criação de forma muito fácil e intuitiva e com painel de controle em português.

Sem anúncios, sem taxas e o principal… Sem pegadinhas ou surpresas!

Você só paga o plano de hospedagem e ganha a instalação e configuração do seu CONSTRUTOR DE SITES por tempo ideterminado. Sem inclusão do custo no valor do plano, sem fidelidade,  sem taxas de instalação, configuração ou outras ‘despesas adicionais’.

Basta ter ou fazer o registro do seu domínio e contratar um plano de hospedagem acima do ‘plano III’ (por questões de espaço para instalar o sistema, o site e contas de email) e solicitar gratuitamente a instalação e ativação.

Sites profissionais

Sites profissionais

Clique e veja uma demonstração do sistema em funcionamento.

Clique AQUI para contratar um plano e siga orientações no formulário. Escolha o plano de hospedagem III ou IV. Digite o código “BLOG” em “Código de Promoção” e “validar código” no formulário.

*Esta promoção só está sendo divulgada em nosso blog e facebook e pode ser encerrado a qualquer momento.

** A ativação da conta de hospedagem (conforme contrato online) é feita automaticamente, após a compensação pelo sistema do pagamento da primeira fatura ou envio de comprovante por email.

Construtores de sites (Frameworks).

Atualmente existem diversos “Frameworks”, ou construtores de sites como o SiteBuilder, o Soholaunch Pro Edition, o Templates Express, o ClickBe entre outros.

Trata-se de construtores de sites dinâmicos em plataforma web, ou seja, depois de instalado e configurado em seu domínio, você mesmo cria de maneira intuitíva, simples e rápida, páginas de aspecto profissional e com muitos recursos interessantes. A manutenção e atualização também pode ser feita de forma simples e rápida.

Em sua maioria são open source (licença de código aberto) de uso gratuito, porém a instalação no seu servidor não é tão simples e requer um conhecimento razoável de FTP, HTML e PHP.

Você pode: escolher (ou, com bom conhecimento, criar) um template (modelo), escolher as cores, criar páginas e menus, alterar e inserir imagens, criar seus links, e até galeria de imagens, fóruns, formulários, enquetes e muito mais.

Então porque pagar um webdesigner para fazer meu site?

Bem, a resposta é simples:  Imagine você navegando na Internet e encontrando um site com o mesmo design que o seu, com as mesmas cores, cabeçalhos e menus… Isso certamente não é nada agradável nem benéfico para a sua empresa.

O webdesign se encarrega de desenvolver seu site de maneira a manter a identidade visual da sua empresa e desenvolver de forma eficiente e que seja mais adequada as suas necessidades e dos visitantes do seu site. Além disso um bom webdesign faz a codificação correta do site de modo que ele apareça melhor posicionado em mecanismos de busca (Google, Yahoo, etc), tenha uma carregamento mais rápido, um sistema de navegação mais direcionada eficaz além de 100% personalizado.

Ficou em dúvida? Se você tiver tempo para dedicar a criação, atualização e algum conhecimento de design, pode optar tranquilamente por um construtor automatizado. Mas se você preferi investir seu tempo em seus projetos e quer algo realmente personalizado e profissional, procure um webdesigner.

Mais economia?

Existe ainda a possibilidade de se contratar um webdesigner para criar seu site em uma framework. Dessa forma pederá ter o design profissional aliado a agilidade de atualização  do conteúdo pelo feita próprio usuário reduzindo custos de manutenção mensal.

Já temos em nosso servidor versões sem bugs já pré configuradas, que reduzem ainda mais o custo de implementação.

Tenha acesso a uma demostração do sistema em seu servidor nativo.

Veja algumas tela do construtor SiteBuilder:

Site Builder - Tela inicial.

Página inicial do SiteBuilder

SiteBuilder-Templates e cores.

Escolhendo template e cores

SiteBuilder-Links e ferramentas avançadas.

Definindo links e aplicações avançadas.

Feitas as definições, basta finalizar e o site final será publicado no seu domínio.

Para ter acesso a uma versão de teste grátis por 30 dias, basta ter um plano de hospedagem AMHost e solicitar a instalação pela sua Central do Cliente.

Duvidas? Deixe seu comentário.

Acessibilidade para web.

A expressão “acessibilidade”, presente em diversas áreas de atividade, tem também na informática um importante significado.Representa para o nosso usuário não só o direito de acessar a rede de informações, mas também o direito de eliminação de barreiras arquitetônicas, de disponibilidade de comunicação, de acesso físico, de equipamentos e programas adequados, de conteúdo e apresentação da informação em formatos alternativos.Não é fácil, a princípio, avaliar a importância dessa temática associada à concepção de páginas para a web. Mas os dados W3C (Consórcio para a WEB) e WAI (Iniciativa para a Acessibilidade na Rede) apontam situações e características diversas que o usuário pode apresentar:1. Incapacidade de ver, ouvir ou deslocar-se, ou grande dificuldade – quando não a impossibilidade – de interpretar certos tipos de informação.2. Dificuldade visual para ler ou compreender textos.3. Incapacidade para usar o teclado ou o mouse, ou não dispor deles.

4. Insuficiência de quadros, apresentando apenas texto ou dimensões reduzidas, ou uma ligação muito lenta à Internet.

5. Dificuldade para falar ou compreender, fluentemente, a língua em que o documento foi escrito.

6. Ocupação dos olhos, ouvidos ou mãos, por exemplo, ao volante a caminho do emprego, ou no trabalho em ambiente barulhento.

7. Desatualização, pelo uso de navegador com versão muito antiga, ou navegador completamente diferente dos habituais, ou por voz ou sistema operacional menos difundido.
(Fonte: Acessibilidade Brasil)

A grande maioria dos desenvolvedores, por falta de conhecimento, tempo ou mesmo por não considerar ‘relevante’, não se preocupa com esse aspecto, porém deve-se considerar que um site acessível é mais visitado, aparece melhor posicionado em mecanismos de busca (ranking) além de cumprir a legislação vigente.

Acessibilidade no desenvolvimento de sites significa considerar itens como:

  • Estrutura dos documentos (páginas)
  • Contraste de cores (cromodeficiencia)
  • Fontes (de preferencia dar opções no CSS)
  • Texto alternativo e descritivo para as imagens
  • Linguagem de programação / Validação do código-fonte
  • Sequencia de tabulação de links (navegação sem mouse)
  • Avisos para janelas popups (melhor evitá-las)
  • Páginas alternativas para leitores de tela (Folhas de estilo separadas)
  • Usar de maneira clara as informações de títulos e descrições das páginas
  • Mais…

Para avaliar a validade do seu site visite este ‘verificador de acessibilidade’.

Porque meu site não aparece no Google?

Esta talvez seja a pergunta mais feita por proprietários e mesmo alguns desenvolvedores de sites.

Obviamente todos querem ficar melhor posicionados sem ter que pagar para isso.

A resposta não é simples, mas vou tentar explicar o funcionamento e os principais pontos verificados pelo Google (o maior). Na verdade quase ninguém conhece ao certo o algoritmo usado para qualificar os sites, mas com base na minha experiência (que tem funcionado), aí vai…

Um robô varre os sites da Internet (acredita-se que uma vês por mês em média) verificando o conteúdo e consistência dos mesmos por meio de um algoritimo definindo assim seu posicionamento nos resultados que são definidos por:

– A consistência do conteúdo é basicamente o texto em conformidade com o código-fonte (palavras-chave, meta-tags, título, etc).

Alguns desenvolvedores acrescentam palavras-chaves que nada tem a ver com o conteúdo do site para tentar ‘enganar’ o mecanismo. Embora isso possa funcionar  num primeiro momento com alguns buscadores, certamente o site vai ser penalizado, podendo perder posição nos resultados (ranking) ou até mesmo serem banidos definitivamente.

–  A linguagem de programação das páginas e código validado.

Sites em ‘Flash’, por exemplo, ficam até mais bonitos e fácil de desenvolver, porém sómente recentemente o Google começou desenvolver técnicas de verificação (ainda muito rudimentares) destes sites, até então nem mesmo eram verificados. Outros buscadores nem tenho informações que verifiquem.

Linguagens mais atuais (XHTML / CSS ) e corretamente escrita (código validado pelo ‘W3C’) certamente ficarão melhores posicionados.

– O tempo de existencia do site.

Conforme o tempo que o site está no ar, a tendencia é ‘subir’ nos resultados. O site não aparece imediatamente quando publicado, mas somente depois de ‘indexado’ pelo buscador.

– A organização dos menus e links para outras páginas e conteúdo externo.

Além dos menus estarem bem organizados e consistentes com o conteúdo das páginas, os ‘títulos’ dos links também devem ser condizentes.

– A acessibilidade está se tornando um fator importante.

Alguns mecanismos de busca já tem ou estudam a implementação de verificação de acessibilidade dos sites para deficientes visuais. Isso inclui uma série de regras como fontes, descrições de imgens, cores e, principalmente a organização do site em geral.

Sem dúvida esse é um fator importantissimo tanto com relação aos buscadores como às visitas ao site por pessoas com alguma restrição visual ou totalmente sem visão (usando leitores de tela).

Uso de frames é condenado.

Já a algum tempo os mecanismos não posicionam bem sites com frames, popups e links em janelas externas, isso vem se reforçando com a implementação das regras para acessibilidade.

– A atualizações do conteúdo, relevancia e consistência das meta-tags também são de grande importancia.

Quando o site fica muito tempo sem atualizações, ele começa a perder posições, daí a importancia de atualizar os sites constantemente.

– O nome do domínio.

Embora não pareça ter importancia, o ‘título’ do site constando no domínio aumenta significativamente a consistencia e consequentemente o posicionamento no ranking.

Estes são os tópicos mais relevantes que notei e uso depois de muitos e muitos testes. Veja um exemplo:

Google

Resultado da busca no Google por 'provedor de hospedagem'.

Qualquer dúvida ou pergunta, fique a vontade para postar seu comentário.

Validação de código fonte.

Vejo em alguns sites um selo de validação da W3C. Oque significa e quais as vantagens?

Em termos gerais, um site com este selo significa que o código fonte foi desenvolvido de acordo com as normas da W3C.

O código fonte é a ‘programação’ por trás da página que é exibida no navegador e envolve as ‘tags’ PHP, HTML e CSS.

A W3C (World Wide Web Consurtium) cria padrões para que sites e navegadores ‘falem a mesma lingua’. Isso significa que um site desenvolvido dentro das normas do W3C é apresentado da mesma forma em praticamente quaquer navegador.

A W3C fornece ferramentas para testar a validação de sites e, se o site passar no teste, oferece um selo para ser colocado no site. Pode-se clicar nesse selo para verificar se o site está realmente validado (alguns desenvolvedores colocam o selo sem o site ser validado). Se o código fonte estiver de acordo com os padrões, a verificação apresentará uma mensagem como: “This document was successfully checked as XHTML 1.1!”, que nesse caso indica que o site está validado e a linguagem é XHTML versão 1.1.

Também é possível verificar a validação do CSS (Cascading Style Sheets), que é responsável pelo ‘visual’ do site.

Veja alguns selos oferecidos para sites validados:

As vantagens de um site validado são:

Para os visitantes:

  • Site apresentado da mesma forma em praticamente qualquer navegador.
  • As páginas carregam rapidamente.
  • Melhor organização.

Para o desenvolvedor / proprietário:

  • Mais facilidade para indexadores (aparecem melhor posicionados no Google, Yahoo, etc).
  • Menor custo para manutenção devido ao código fonte ser separado do visual por CSS.
  • O selo da W3C valoriza o site e o desenvolvedor.

Alguns desenvolvedores colocam selos de validação somente para valorizar o site. Para verificar se é realmente válido basta clicar no selo. Se for verdadeiro verá á página de validação do W3C.

Você também pode inserir manualmente o endereço de qualquer site para verificar se é validado AQUI.

Veja um selo inserido no site. Clique num dos selos no final da página e confira a validação.

Dúvidas? Deixe seu comentário.

Galeria de imagens / Álbum Virtual

Galerias de imagens, álbum de fotos online ou simplesmente álbum virtual é um sistema de gerenciamento de fotos online onde você pode, através de um painel administrativo,  adicionar, remover e alterar suas fotos, gerenciar permissões para visitantes e convidados, renomear álbuns, etc. de qualquer computador conectado à Internet. Você pode fazer uploads mesmo durante suas viagens e enviar convites para seus amigos e familiares verem suas fotos antes mesmo de voltar das férias.

Através do cPanel você três interessante funções de galeria de imagens já pré-instalada: 4 Images Gallery, Coppermine Photo Gallery e Gallery. Basicamente a finalidade é a mesma, porém cada uma tem suas funcionalidades diferenciadas. Segue uma breve descrição de cada uma delas:

4Images Gallery : Uma galeria de imagens caracterizada por dar a possibilidade de ter múltiplas categorias/subcategorias, com gestão online e possibilidade de upload de imagens via FTP, redimencionadorde imagens, comentários, possibilidade de envio de imagens, avaliação de imagens, imagens aleatórias, painel de administração extensivel. Sua licensa é gratuita, mas necessita de uma licença, para poder ser utilizado em sites comerciais / com fins lucrativos.

Coppermini Photo Gallery: Galeria de imagens com álbuns e categorias, amostras de imagens e imagens de tamanho intermédio, sistema de procura, imagens novas e aleatórias, gestão por parte do utilizador (galerias privadas, grupos), comentários de utilizador, sistema de postais electrónicos (e-cards), visualização em slideshow.

Gallery: Uma galeria de imagens com álbuns dentro de álbuns, redimencionamento de uma especifica área de imagens, subtitulos, rotação, reordenamento de imagens, atributos de álbum, etc.

Você ainda pode instalar e alterar o template (tema) facilmente, pois existem diversos grátis disponíveis na Internet. Veja um exemplo:

template_do_4images
Basta configurar pelo seu cPanel, solicitar a configuração em seu domínio ou contratar um de nossos planos de hospedagem.

Dúvidas ou sugestões? Deixe seu comentário!

Como é feito um site para Internet (website).

Por trás do que você vê quando visita um site, existe uma série de códigos, marcações, imagens e scripts para que o resultado final seja exibido na tela do seu computador.sites

Ao desenvolver um site, muita coisa tem que ser estudada para o desenvolvimento e a criação final.

Em geral as etapas são:

  1. Breafing – reunião com o cliente para saber exatamente o que ele precisa, que muitas vezes é diferente do que ele quer. Nessa reunião são expostos e discutidos todos os pontos que terão destaque como produtos e serviços que ele oferece, a finalidade do site (divulgação, relação com clientes ou fornecedores, venda online, sistema interno para empresas…), a identidade visual da empresa (ou pessoa), as páginas principais e links, imagens e fotografias, paleta de cores a ser utilizada, etc.
  2. Projeto – O webdesign (ou webmaster) faz um projeto de maneira a atingir de forma mais simples e amigavel o objetivo proposto. Decide-se qual a linguagem de programação será usada, distribuição do conteúdo, sistemas de menus, etc.
  3. Esboço – É feito um ‘rascunho’ do site contendo apenas imagens ilustrativa de como ficará a página inicial, páginas centrais, menus, cabeçalhos e rodapés e textos, já nas cores e formatações próximos do resultado final.
  4. Aprovação para desenvolvimento – Após aprovado o projeto e/ou o esboço (em alguns casos a ordem pode ser invertida para facilitar o processo ou mesmo não existir uma das fases) o webdesign ou equipe começa o desenvolvimento da codificação das páginas em linguagem de programação (HTML, PHP, CSS, etc.), a edição das imagens, formulários, diagramação de textos  e análise para criação de bancos de dados se necessário.
    *Alguns desenvolvedores, como a AMDesign, reúne algumas etapas disponibilizando o esboço online para o cliente acompanhar e interagir no desenvolvimento, garantindo assim maior satisfação do cliente e rapidez na conclusão do site.
  5. Avaliação final – O cliente avalia o resultado do site, agora com todos os recursos funcionais e podendo ser testado localmente. Alguns ajustes são feitos nessa etapa.
  6. Homologação para teste – O site é ‘colocado no ar’, ou seja, é hospedado no servidor onde o seu domínio (www.xxxxx.xxx.xx) já está préviamente hospedado, ficando disponível para acesso por qualquer computador. Nesta etapa são feitos testes reais de uso, podendo haver intervenção ou sugestões dos usuários ou visitantes.
  7. Ajustes finais – Finalmente serão realizados os ajustes finais e correções de problemas detectados na etapa anterior e o site está *definitivamente pronto.

* Na verdade um site nunca é finalizado, sendo preciso para manter uma boa visitação, atualizações constantes, que podem ser feitas pelo próprio cliente se houver um sistema para isso, ou pelo webdesign contratado para manutenção periódica ou avulsa.

Algumas considerações sobre um site bem projetado e desenvolvido:

  • Endereços de email não ficam visiveis no site, a não ser em ‘forma de imagem’, evitando que mecanismos específicos capturem o endereço e disparem emails indesejados (spams).
  • A codificação é feita de acordo com os padrões internacionais do W3C, que garantem que ele seja visto da mesma maneira em praticamente qualquer navegador, facilita a manutenção e atualização, carrega mais rapidamente além muitas outras vantagens.
  • Na codificação são colocadas ‘tags’, linhas de código, que tornarão o site visível aos mecanismos de buca (Google, Yahoo, etc.) aumentando suas visualizações. Podem ser feitas para não aparecerem se o cliente assim necessitar ou desejar.
  • O design em sí é parte fundamental e por isso é importante discutir com o webdesign a respeito de alguns fatores que se pode desejar, mas não ser benéfico para a usabilidade do site. Um webdesign experiente pode lhe orientar com relação a cores, fontes, imagens, sistema de navegação (menu e rodapé) e objetos do site e sua funcionalidade.

Comente, tire suas dúvidas.

Edição eletrônica de fotografia.

Ao ouvir falar em edição eletrônica de fotografia, muitos pensam em um ‘programa’ que ‘faz a mágica’ ao apertar de um botão… Porém o processo não é assim tão simples.

Realmente algumas funções são facilitadas por softwares de alto nível, mas a maior parte do trabalho é feito artesanalmente e requer muito tempo, conhecimento técnico e  principalmente paciência, muitas vezes sendo preciso editar ‘pixels’ individualmente.

Embora o mais conhecido software de edição seja o Photoshop®, existem muitos outros no mercado, inclusive alguns free (grátis) e até mesmo online.

Conheça alguns tipos de serviço de edição e saiba oque significam:

Tipo

Aplicação

Trabalho

Restauração

Fotografias desbotadas, amassadas, manchadas ou rasgadas.

Recriação das partes perdidas artesanalmente e correção de cores.

Colorização

Fotos originalmente em preto e branco.

Colorização artesanal das cores individualmente.

Recolorização

Fotos desbotadas

Reforço das cores perdidas, em geral manualmente.

Correção

Fotos tiradas com deficiência de iluminação ou câmera mal regulada.

Ajustes nos níveis da fotografia a partir do original.

Tratamento

Correção de iluminação e imperfeições na foto original.

Remoção de manchas, defeitos da pele, reflexos e ‘outras coisas’ indesejadas na imagem final.

Montagem

Alterar o cenário, fundo ou objetos e pessoas na fotografia.

Geralmente feitos quando a fotografia que se deseja é impossível de ser tirada ou surrealista.

Existem muitos outros tipos de trabalhos feitos especificamente para impressão de revistas, construção de websites, mídias digitais e etc.

Depois dos trabalhos serem realizados no computador, as fotos ou imagens são finalmente reveladas em laboratório fotográfico (diferentemente de impressão), enviadas eletronicamente para o cliente ou gravadas em mídia digital.

*Curiosidade: Para serem publicadas em trabalhos finais, todas as fotos são editadas, porém o processo é chamado de ‘tratamento’ e são desde pequenas correções de iluminação até correções mais ‘sérias’ nos modelos ou produtos fotografados. É a famosa ‘arte do Photoshop’.

Veja alguns exemplos de trabalhos realizados pela AMdesign:

edic01

Colorização

edic02

Montagem

edic03

Restauração e colorização

Veja AQUI mais alguns exemplos de edição de fotografias por AMDesign.

Comente, e esclareça suas dúvidas.